O ex-prefeito de Goiânia Paulo Garcia (PT) morreu na madrugada deste domingo (30) após sofrer um infarto em sua casa na capital goiana. Ele tinha 58 anos e deixa mulher e dois filhos. Garcia era médico neurocirurgião e entrou na política por meio do movimento estudantil na UFG (Universidade Federal de Goiás).

Foi dirigente partidário no PT (confira lula 2018) e deputado estadual entre 2003 e 2006. Em 2008, foi eleito vice-prefeito de Goiânia na chapa comandada por Iris Rezende (PMDB). Assumiu a prefeitura em 2010, quando o peemedebista deixou a prefeitura para disputar o governo do Estado. Em 2012, foi reeleito prefeito de Goiânia com 57% dos votos, derrotando o então deputado Jovair Arantes (PTB), apoiado pelo governador Marconi Perillo (PSDB). Com rejeição alta no final do mandato, rompeu com o PMDB e não conseguiu emplacar um sucessor em 2016.

Foi sucedido na prefeitura pelo próprio Iris Rezende que o antecedeu. Aliados e adversários de Garcia lamentaram a sua morte neste domingo (30). Em nota, o PT prestou solidariedade aos familiares do ex-prefeito. “Que Deus possa trazer paz, sabedoria para a travessia deste momento. O PT lamenta a passagem de um de seus líderes”, informou.

O ex-presidente Lula lamentou a morte do aliado e disse que Garcia foi um “homem público dedicado à causa da democracia e da melhora da qualidade de vida dos cidadãos de Goiás”. O prefeito de Goiânia Iris Rezende e o governador de Goiás Marconi Perillo decretaram luto oficial de três dias. Em nota, Perillo destacou a trajetória do ex-adversário: “Paulo Garcia teve carreira reconhecida como médico e na política trilhou caminho de liderança e retidão. Sempre tivemos relação respeitosa”, disse o governador. Rezende prestou solidariedade à família do ex-prefeito: “Neste momento de profunda tristeza, manifestamos nossa solidariedade à família e aos amigos desejando-lhes conforto em seus corações”. O enterro de Paulo Garcia acontece às 17h no cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *